Para os alunos do 3° e 4° anos

3°ano Ciclo do ovo

O rato do monte e o rato da cidade

A nuvem e o caracol

4°ano

Mania das Pressas – António Torrado ( já executado por + de 293 alunos de todo o país)

Conjugação de verbos

Enigma Irresolúvel

A noite em que a noite não chegou – José Fanha.

O corpo humano

Resolve problemas

Zé Troca Tintas Já executado por 90 alunos de todo o país.

Gramática

História de Portugal (revisão)

Caravela Portuguesa de Jacinto Palma (ex professor do Magistério)

novo: perímetro e área , graus dos adjetivos , Um circo especial e História de Portimão

tutoria para saber um pouco sobre classroom do google

ADD uma farsa que divide professores

No facebook explica-se a opacidade da ADD

Um professor(a) pode ter sido avaliado(a) com, por exemplo, 8,5(corresponderia a um Muito Bom) e, por não ter lugar no percentil acima de 75% (as ditas “quotas”) ficar com a avaliação de BOM… mas mantém os 8,5. Mas o que é realmente triste é nós não termos acesso à lista com os colegas da escola que couberam no percentil acima de 75%, para podermos ajuizar acerca de eventuais “erros”

O acordo para esta avaliação docente tem rostos. Fica a foto que documenta a cedência. Falta aqui a foto de Nuno Crato o criador do percentil…

“A comunidade escolar foi substituída por uma máquina trituradora, impessoal, quer na horizontal quer na vertical e mesmo na ” diagonal”. Os psicopatas na liderança têm esse condão de transformar as instituições em aviários de rosto humano…” Rui Falcão

Neste momento parece já não haver um fim de carreira. A reforma é a libertação de uma prisão insuportável nos últimos anos, e só não acontece mais cedo para evitar penalizações…as escolas deixaram de ser locais de felicidade e entrega a uma missão, e quem consegue fugir é mais feliz e invejado por quem não o consegue fazer. Rui Fernandes

Bollocks! (mais de 62.000 alunos começam hoje as provas de aferição)

O Meu Quintal

Processo de classificação do estudo amostral da aferição das aprendizagens do 2º, 5º e 8º anos /2021 — Informação destinada às direções e professores classifica

(começam amanhã as convocatórias… e mandam o aviso para as escolas no domingo à noite!)

View original post

Lutar por uma aposentação digna…

Sou vítima de discriminação reconhecida pelo 1° ministro

Primeiro Ministro reconhece que há discriminação com os monodocentes

https://eduprofs.blogspot.com/2017/06/primeiro-ministro-reconhece-que-ha.html

Maioria dos sindicatos de professores não admitem desigualdade de tratamento na aposentação e recusam negociar sem ser em pé de igualdade para todos os docentes.

Manuais escolares voltam a ser devolvidos

Na plataforma MEGA, dedicada ao programa de manuais gratuitos, a tutela deixa claro que “a reutilização será retomada no ano letivo 2021/2022, nos moldes em que funcionou no ano letivo 2018/2019”. E acrescenta que “no final do ano letivo 2020/2021, os manuais escolares devem ser devolvidos, em data e condições a especificar futuramente”.

Aprendizagens essenciais de matemática em consulta pública

Assim, devem os interessados apresentar os contributos através do preenchimento do presente formulário.

Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 1.º ano – aqui.
Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 2.º ano – aqui.
Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 3.º ano – aqui.
Aceder às Aprendizagens Essenciais de Matemática – 4.º ano – aqui.

Excesso de zelo

Numa turma de 4º ano a maioria dos alunos têm máscara. O motivo não se prende com voluntarismo, mas com idade dos alunos. No momento de fazerem 10 anos passam a ter que usar máscara. Concordo com @s professor@s que não permitem que leis mal construídas façam da sua sala um antro de discriminação etária.

Domingo

  • …Os professores são o saco de boxe de alunos, pais, diretores, funcionários, jornalistas, psicólogos, políticos e de todo o bicho careto! Ferdinando

O Meu Quintal

Os professores não devem declarar-se cansados sob risco de serem logo lembrados que se estão assim tão mal é porque estão velhos e devem dar lugar aos mais novos (quais? os que se afastaram da docência na última década?), que se calhar são uns preguiçosos sem vocação que só dão aulas porque não sabem fazer outra coisa (acusação sempre ali debaixo da pele para diversos cronistas com poiso certo na comunicação social) e que deveriam era pensar em tanta gente que tem muito menos e não se queixa (argumento nuclear da tese do nivelamento pela mediocridade das aspirações da maioria).

View original post