Opinião – Carlos Santos

O trabalho desenvolvido pelos nossos colegas do 1º Ciclo é de enorme importância. A nossa classe, bem desunida e discriminatória, é que tem o hábito de inferiorizar; ora os do pré-escolar e do 1º Ciclo pelos do 2º e 3º Ciclos; ora estes últimos pelos colegas do Secundário; ora todos estes, pelos colegas do ensino superior. Não existe uma consciência da enorme importância na “construção” do indivíduo desde os “alicerces” até ao “telhado” em todas as suas dimensões. Há que reconhecer que a formação de qualidade começa a ser feita a montante.
O facto de as escolas não possuírem materiais e infraestruturas e terem de pedir emprestados só para a prova, é bem revelador do tão português fazer “para inglês ver”, ou seja, só para os alunos terem resultados para o ME mostrar. Depois do circo volta-se a desmontar a tenda e as criancinhas voltam ao mesmo, com uma aprendizagem coxa pela lacuna que existe na literacia relacionada com as expressões que vão formando analfabetos funcionais, que desconhecem o próprio corpo, e as suas potencialidades de motricidade e motricidade fina. A crescente ausência de uma visão holística na formação dos alunos tem sido a principal responsável pela progressiva falta de autonomia das nossas crianças e jovens, e pelo visível aumento da perda de criatividade e capacidade de resolver problemas, por mais simples que sejam.
Era indispensável realizarem-se estas provas, pois é cada vez mais visível uma impreparação dos alunos que nos chegam ao 2º Ciclo relativamente à literacia artística e física.

92e1c-dsc_2853

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s