Os estudos da Maria de Lurdes

professores-das-escolas-do-insucesso-veem-vantagens-nos-chumbos

Maria de Lurdes Rodrigues afirma “…em relação aos professores de escolas com muito insucesso que “pode ser o esmagamento pelas condições reais”, diz a ex-ministra. “Admito que o professor conheça os debates mas esteja esmagado por uma turma onde os alunos não aprendem”

Anúncios

Para os professores do 1º ciclo, será tarde!

“Uma resposta de luta que começará a desenhar-se já no próximo dia 22 de maio, quando for entregue no Ministério da Educação um Pré-Aviso de Greve com incidência no serviço de avaliações, a iniciar em 7 de junho, e a concretizar pelos docentes das escolas públicas de ensino artístico especializado.” FENPROF

Temo que a luta agora anunciada não passe de guerrilha setorial, sem a força que teve em 2013, para os professores do 2º ciclo, 3ºciclo e secundário, com os professores do 1ºciclo na retaguarda, que acabou com lucro mínimo para os primeiros e prejuízos para os segundos. O aumento de 24 alunos por turma para 26 alunos podia nessa altura ter sido evitado? As horas da direção de turma podiam ser também para o 1ºciclo?

Ninguém está esquecido da surpresa do avanço horário das 15.30, para a 16.00, e da flexibilização oferecida pela autonomia da escolas, para as AEC funcionarem a qualquer hora, com professores a saírem às 17.30. Assim como um calendário escolar, este ano mais composto para o 1º ciclo.

greve-e14540585582951

 Em relação à aposentação é o que sabe! Temos que esperar o resultados da luta de toda a classe, e esquecer os créditos da diferença das horas letivas para os outros ciclos, que justamente nos atribuía uma aposentação antecipada. A redução horária de 5 horas letivas, após os 60 anos é manifestamente insuficiente para colmatar a injustiça.

Na minha escola em reunião com uma delegada sindical, a maioria dos professores manifestaram a vontade de fazer três dias de greve.