A indisciplina começa quando a falta de educação e princípios acaba…Onde está o limite?

Todos os dias ouvimos nas escolas muitos pais pedirem ajuda ao verbalizar: “Já não sei mais o que fazer, ajude-me por favor! Ele (a) já não me obedece!” Na mesma proporção muitos professores queixam-se que existem cada vez mais alunos indisciplinados e a desafiarem a autoridade do adulto no contexto escolar. O ponto de convergência…

via A indisciplina começa quando a falta de educação e princípios acaba… Onde está o limite? — Blog DeAr Lindo

O tempo letivo tem de ser uniforme em todas as escolas

Graças a expedientes permitidos pela componente de estabelecimento, e com a inclusão do intervalo, no tempo não letivo os professores do primeiro ciclo têm por vezes 27,5h de trabalho direto com os alunos. Grave é que o horário dos professores varia consoante os agrupamentos e às vezes consoante o ano de escolaridade. Nuns agrupamentos enviam os professores para a turma ao lado na hora do inglês, noutros aceitam que o professor efetue outras tarefas não letivas.

A componente de estabelecimento vai salvar no próximo ano letivo, a saída do intervalo da componente não letiva? Simples acabam as tutorias e outras atividades da componente de estabelecimento, e a saida mais comum dos professores da escola em dia sem reuniões, continuará às 16h.

 As escolas “podem optar pela gestão horária que considerem mais adequada e rigorosa, e passam a decidir a forma como as AEC complementam as componentes do currículo.