O Feudalismo Educacional

Das lutas pelas posições de chefia na “estrutura” que resta da implosão à digressão unipessoal em defesa do novo pafismo (Programa Autonomia e Flexibilidade, a “sua” reforma), quer-me parecer que o ME continua tolhido pelas manobras aparelhistas e os egos pessoais. Enquanto há verbas europeias para absorver, muito se vai conspirando, o problema vai ser, ao que parece, já depois de 2018 (eu pensava que seria um pouco depois), quando começarem a secar os subsídios que andam a ser canalizados para os “projectos”, em especial os da nova vaga de “qualificação”, via IEFP.

Fonte: O Feudalismo Educacional