Fazer greve, sim ou não?

Se a própria greve ainda está “a marinar” no alguidar do sindicato, à espera dos ventos da reunião de 6 de junho, porque raio me hei-de preocupar com o ovo que está no cú da galinha?

As manifestações de professores já eram!

“Sobravam as greves.
Destas, tinham as greves de 1 dia que já toda a gente está farta, porque só serve para encher os cofres do estado. Greve a exames de 1 dia, não servem para nada… acabam por se fazerem depois.” Carlos Santos

Não, não sou masoquista e não farei esta greve!

79716-basta

A esperança de uma greve melhor!

“Algumas ideias de greves mais tarde até se compreendem, uma vez que esta greve foi muito mal pensada.
Mas bem ou mal pensada é o que temos. Ponto.
Para mais tarde já vai tarde, porque o orçamento de estado está a ser “cozinhado” neste mês, e depois de acertado já não há nada fazer.
O momento é agora… tudo o resto são desculpas de mau pagador.”

Carlos Santo no grupo faceprof

É Só a Mim que Parece que os Professores Ficarão de Fora? — O Meu Quintal

A menos que também nesta matéria comecem a promover ultrapassagens pela faixa de emergência. A aposta é no descongelamento faseado de carreiras que, diz Mário Centeno, também há-de trazer mais dinheiro para quem tiver a situação revista. E quem continuar a não ter, uma década depois?

via É Só a Mim que Parece que os Professores Ficarão de Fora? — O Meu Quintal