Coração partido! — Eramá

Fim de semana em Trás-os-Montes, alheado destas coisas cibernéticas. Vinha com ideias de voltar a envergar a armadura e de me atirar àqueles que começaram a destruir o ensino básico pelo primeiro ciclo. Mas vou ter de deixar isso para amanhã, pois, ao abrir o computador, após o jantar, tive algumas surpresas que me fizeram…

via Coração partido! — Eramá

Filhos de um deus menor

 Numa sociedade que celebra os notáveis: futebolistas, dirigentes e comentadores, músicos, actores,  políticos, e até chefes de cozinha, não dá atenção suficiente aos professores, sobretudo aos que trabalham diretamente com os alunos.

Há uns tempos atrás ainda aparecia nos média um outro professor(a)  que se destacava por algum motivo particular. Agora estamos cada vez mais reduzidos aos ambientes virtuais da net.

Só a união que juntou milhares de professores em manifestações memoráveis, podia voltar a dar-nos a importância que merecemos.

sindicatooo