Agregação de escolas irreversível?

O Ministério não mostra vontade de alterar as estruturas atuais, nem no sentido de construir mais uns quantos mega agrupamento com os poucos que escaparam à moda centralista, nem desconstruir os que já existem. Parece que os grandes agrupamentos conseguem diversificar a oferta educativa e optimizar os recursos. Já as turmas continuam com as dimensões decretadas pelo anterior ministro.
20156140_2051898615040992_6157210978610934894_n