A frenprof destaca o regime específico de aposentação, eu prefiro o extinto regime especial

Os monodocentes têm que ter uma compensação, pelo tempo letivo que trabalharam a mais do que os restantes docentes. Foi assim no passado, porque razão mudou sem se notar uma negociação nesse momento.

Estes docentes tiveram um regime especial de aposentação até 2005, em virtude de não usufruírem redução da componente lectiva, o qual foi revogado (Lei n.º 60/2005 e Decreto-Lei n.º 229/2005)

 António Costa admitiu a reforma antecipada para os monodocentes ao afirmar “…possa haver um conteúdo funcional distinto, em particular, relativamente àquelas situações onde há efectivamente discriminação, que tem a ver com situações de monodocência que não beneficiam de redução de horário”.

fenprof.pt/facebook

20156175_10212294211182204_6503070290512295415_n

Temos um Conselho das Escolas fora do prazo de validade — ComRegras

O Conselho das Escolas é um órgão constituído por vinte e seis membros, todos eles diretores, e tem como principal função a emissão de pareceres sobre diferentes assuntos relacionados com a educação. O Conselho das Escolas é atualmente presidido pelo Dr.º José Eduardo Lemos. Os atuais conselheiros foram eleitos a 14 de janeiro de 2014, para…

via Temos um Conselho das Escolas fora do prazo de validade — ComRegras