Porque Farei Greve – Paulo Guinote

As minhas razões não serão as mais ortodoxas, mesmo se encontro cada vez mais gente que também é sensível a argumentos que vão para além das leituras mais literais do desagrado docente.

Sim, a causa imediata é a não contabilização de quase uma década na minha carreira profissional, como em 2008 a causa imediata era aquele modelo de avaliação do desempenho docente. Mas, tal como então, penso que há algo mais profundo que mexe comigo (connosco?) e que passa pela sensação de desrespeito repetido dirigido aos professores por políticos de ocasião, transitórios, em busca de outras pastagens mais férteis quando saírem do que deveria ser “serviço público” mas acaba mais ser “servir-se do público”…

via Porque Farei Greve

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s