Que Conversa Tão Pobrezinha — O Meu Quintal

Mas sabe, senhor ministro, que quem põe em causa são os professores que disseram que não estavam satisfeitos e que querem que contem o tempo que esteve congelado. Eu não acredito que algum professor não esteja contente com o facto de a carreira descongelar no dia 1 de janeiro. Querem mais. Essa é outra questão. […]

via Que Conversa Tão Pobrezinha — O Meu Quintal

Tiago Rodrigues – carreiras dos professores é uma questão complexa

Contagem do tempo congelado terá ritmo de acordo com os meios orçamentais existentes

E deixa um aviso: “temos de criar as condições para que no dia 31 de dezembro de 2018, de 2019, de 2020 ou a 31 de dezembro de 2025 não tenhamos de proceder, como país, novamente a um congelamento das carreiras”.

gelo

 

Seguirei o exemplo do autor do “Quadro Negro”

…proposta de conversão do tempo de congelamento em bonificação do tempo para a reforma ao Ministro da Educação. aqui fica o brevíssimo texto e o link (https://www.portugal.gov.pt/pt/gc21/area-de-governo/educacao/contactos) a que deverão aceder:

________, _____ de dezembro de 2017

Excelentíssimo Senhor Ministro da Educação,

Eu, _____________________, filho de _______________________e de ________________________, natural de ________________ e titular do cartão de cidadão n.º ___________________, professor do quadro de nomeação definitiva do Agrupamento de Escolas __________________________, considerando as evidentes e compreensíveis dificuldades negociais do justo processo de descongelamento da progressão na carreira; considerando também a minha profunda e crescente insatisfação profissional, resultante de um já longo contexto que tem superlativado, gradativamente e de forma descontrolada, o meu volume de trabalho quotidiano e a generalizada falta de respeito, quer pela minha profissão quer pela minha individualidade docente, venho, por este meio, requerer a Vossa Excelência a ponderação da viabilidade de uma eventual conversão do meu tempo de congelamento numa bonificação equilibrada do meu tempo para a reforma, de modo a que eu possa, de forma digna e saudável, antecipar a saída do sistema educativo, contribuído assim para o necessário e tão desejado rejuvenescimento da classe docente.

Com os meus mais respeitosos cumprimentos,