Os açorianos lutam a sério já no continente é mais do mesmo

26001221_1492436287471396_782829610528129816_n.jpg

Advertisement

Balanço do ano e desejo de um 2018 melhor

 

As previsões do Paulo Guinote, os desejos do Luís Costa, o coletivismo do ComRegras sempre atento a todos os temas de educação, o “arlindovsky” com uma utilidade pública inquestionável e o António Duarte com o “Escola Portuguesa” são a garantia de informação e debate de temas de educação, por professores, para professores.

Verdade que existem alguns jornalistas profissionais que escrevem no “Educare” e meia dúzia de páginas no facebook de professores, onde também se debate o ensino, mas em parte essas página são alimentadas pelos blogues, e por alguns artigos de jornais, onde destaco o professor Santana Castilho no “Público”.

Eu continuo a seguir mais uns que outros, e a denunciar uma injustiça já sobejamente conhecida, a aposentação dos monodocentes, principalmente os que sempre trabalharam em sala de aula. Mais alguns colegas têm feito o possível por agitar as águas, nomeadamente na Assembleia da República, no sentido de diminuir a injustiça que citei. Até agora em vão!