O regresso da plataforma

A comunicação social respeita o sindicato  dos médicos e o seu bastonário.   E a plataforma de sindicatos de professores? Basta ver as notícias na TV para saber a diferença.   Aparece (plataforma)  fora de tempo, e por razões erradas. O orçamento está aprovado, a organização do ano letivo está feita. Os professores andam tristes, já estiveram em duas greves  e estão  cansados de promessas. A simbiose professores sindicatos não funciona,  e descarregar frustações na net também não. Alivia desabafar mas não resolve nada.Calvin

Para minimizar  os prejuízos vão a agendar a luta em fevereiro? (em pleno carnaval) Mas alguém, excluindo é claro os mais fiéis acredita?