Explicação de A. Duarte para o governo não antecipar aposentações

“Mas este raciocínio falha num ponto fulcral: em matérias com incidência orçamental, a capacidade negocial do ME tem um valor próximo de zero. De facto, os professores que se aposentam deixam de representar despesa para o ME, mas continuam a pesar onde realmente interessa, no Orçamento de Estado. Ora o objectivo das políticas de contenção orçamental, que continuam a ser seguidas apesar dos aparentes sucessos da nossa economia, não é transferir despesas da Educação para outros ministérios, mas sim reduzir estruturalmente a despesa pública em áreas não prioritárias sem a fazer aumentar noutros lados. E a Educação é claramente, para este governo, uma não prioridade.” A. Duarte

Um governo não devia empurrar os professores para a greve

“Se os professores estão descontentes façam GREVE”

Caso tenha sido dito em plena reunião negocial é gravíssimo.

Caso tenha sido dito em off, continua a ser grave, mas não é a mesma coisa!

20171023_092957
No sul muitas salas de aulas  estavam assim!

A greve ruma para o sul do país

A greve ruma para o sul do país

jornal do Algarve

É a resposta dos professores à falta de consenso sobre a contagem de todo o tempo de serviço, no processo de descongelamento das carreiras da Função Pública.

No primeiro dia de greve, os sindicatos admitiram estar a ponderar a realização de “uma grande manifestação” e de voltar a agendar uma paralisação no terceiro período de aulas.

Manif_AR_230