Vou ter de concorrer? Mas eu não quero. — ComRegras

O Ministério da Educação acabou de dar um trambolhão tal não foi a rasteira que o Parlamento lhe pregou. A secretária de Estado Alexandra Leitão, sai claramente fragilizada politicamente e já veio manifestar a sua preocupação por milhares de professores mudarem novamente de escola, alertando que o início do próximo ano letivo poderá estar em…

via Vou ter de concorrer? Mas eu não quero. — ComRegras

Marcelo com futuro de professores nas mãos

transferir

Os docentes que foram colocados em 2017 deveriam permanecer até 2020 nas vagas que ocuparam, já que os concursos de mobilidade interna realizam-se por norma de quatro em quatro anos. O Ministério da Educação já tinha decidido quebrar esta regra, abrindo um procedimento extraordinário este ano destinado apenas aos professores que se sentiram lesados pelo concurso de 2017, mas o Parlamento obrigou agora o Governo a alargar o universo deste concurso a todos os docentes do quadro.