Comentário no ArLindo sobre a manisfestação

Já o escrevi noutro tópico, vou escrevê-lo de outra perspetiva, da que me sugere este texto. Os canais de TV, tal como outras empresas, ou mesmo pessoas singulares, olham pelos seus interesses, que não têm nada a ver com a manipulação disto ou daquilo, mas antes com o dar aos «clientes o produto que procuram», só assim conseguem «vender»… e o que é que as pessoas querem ver? o que se passa no Sporting ou uma manifestação de professores? Todos lutam pelos seus interesses, os canais de TV apenas fazem o mesmo que todos…
Se querem que alguma greve ou manifestação produza algum efeito têm de conquistar as «audiências», a opinião pública. Como é que isso se faz? Talvez não seja a pessoa mais indicada para fazer sugestões sobre o assunto, ainda assim vou arriscar dizer qualquer coisa.
Na minha opinião há duas hipóteses: A primeira seria a mais desejável mas demoraria uma eternidade a produzir efeitos. Passaria por conseguir aproximar a sociedade dos professores, ou o contrário, muita coisa teria de mudar nas escolas sobretudo no relacionamento com os encarregados de educação e muita coisa teria de ser feita para que os portugueses percebessem, de uma forma generalizada, a real situação dos professores; a segunda passaria por uma luta a sério, greves a exames, avaliações ou «por tempo indeterminado, até estarem dispostos a negociar a sério», como fizeram há uns anos no Chile… pois, esta ninguém quer, um dia sem vencimento já há poucos a aderir, por mais que isso deviam aderir dois ou três… sem sacrifícios a sério não se consegue nada, sem perceber o que se passa muito menos ainda!