Topo e Fundo | O fim dos falsos consensos e o desprezo pelos professores — ComRegras

No Topo: O fim dos falsos consensos Quem olhar para o histórico dos relatórios, actas, estudos e debates promovidos pelas instituições do regime destinadas a promover os consensos em torno das grandes linhas de política educativa, designadamente o Conselho Nacional da Educação e o Conselho das Escolas, percebe que há, em geral, uma quase unanimidade…

No Fundo: Desconsideração e desprezo pelos professores

O governo que parece contar com os professores para mudar de alto a baixo os “paradigmas” da educação portuguesa é o mesmo que persiste numa política de completo desprezo pelos problemas e reivindicações da classe. E isso mesmo foi visível, esta semana, na ida da equipa ministerial ao Parlamento: incapaz de admitir os erros e a sua própria responsabilidade, a secretária de Estado Alexandra Leitão teve o desplante de classificar as trapalhadas dos concursos como um “não problema”.

via Topo e Fundo | O fim dos falsos consensos e o desprezo pelos professores — ComRegras

Porque razão os novos currículos dividem tanto o Conselho das Escolas

Conselho das escolas dividido

Conselho “chumbou” diploma do Governo sobre os novos currículos por 15 votos a favor e 12 contra. Directores que votaram contra afirmam que o que os dividiu foi “a visão do que a escola deve ser”.