Os professores vão ter aquilo que merecem… Nada! Zero! Rien de Rien! — ComRegras

Está tudo tolo ou está tudo morto! Como é possível tendo em conta o que nos estão a roubar mensalmente, haver mais de 30% de professores a dizer que não vai fazer greve às reuniões de avaliação? Como é possível uma Iniciativa Legislativa de Cidadãos, em mês e meio não ter atingido as 20 mil…

via Os professores vão ter aquilo que merecem… Nada! Zero! Rien de Rien! — ComRegras

O umbigo dos professores do primeiro ciclo é maior que o vosso

A minha turma, Eu... até mesmo o meu trabalho de apoio, melhor do que qualquer um…

Somos vítimas do nosso grande umbigo e da falta de solidariedade. Saímos em silêncio do grupo onde fomos felizes, porque apaixonados pelo ensino, mas desiludidos com as condições de trabalho no 1º ciclo, sobretudo quando a idade começa a pesar.

Este ano face a outros assunto, nem se comentou o OAL, excepto nesta página, mais uma afronta ao quase sempre bom desempenho dos professores do primeiro ciclo.

Por ter a coragem de afrontar alguns poderes estabelecidos, já fui vítima de represálias e compreendo o anonimato d@(s) coleg@(s). Só não compreendo considerarem-me indesejado na sua página.

“Saudamos a generosidade dos colegas que estão em vias de garantir a fundação da Associação de Professores do 1.º Ciclo e Educadores. Desejamos-lhes os maiores sucessos porque o seu êxito será a vitória de um grupo de recrutamento violentamente amesquinhado. No entanto, cumpre alertar que esta página e a referida associação são – e continuarão a ser – realidades separadas e, obviamente, independentes.”

Devido à minha resiliência, consistência num trabalho de anos, descobri o amparo de colegas de outros ciclos. Verdade que jogo “futsal” às terças e quintas num grupo de professores de todos os grupos, que sou visitante assíduo do Quintal do Paulo, que durante um ano colaborei no blogue “Com Regras” do Alexandre Henriques, e que sem ter conhecido pessoalmente o Luís Costa “Quadro Negro” o considero um amigo, que conheci o Arlindo ocasionalmente na praia do Vau, e que o Rui Cardoso tem sido um companheiro.

Como nunca se sabe o dia de amanhã, agradeço a todos por terem passado pela minha vida pessoal e profissional! Perdoem-me os colegas do primeiro ciclo de os não referir  por nomes, sou amigo de todos e são também a minha família. Fica a magoa e a desilusão de se afastarem nos momentos de assinar o ILC, de comentar, de defender o PRIMEIRO CICLO.