Confundir “regime especial de aposentação” com a possibilidade de um regime excepcional de aposentação é esquecer a monodocência

“A sondagem peca por tardia, mas mais vale tarde do que nunca. Como professora que tem uma proposta para a recuperação integral do tempo de serviço, não acho de todo, que se deva misturar este problema com a negociação de um regime especial de aposentação, principalmente porque só beneficia uma parte, a curto prazo, não levando a uma solução definitiva do problema.” Cassilda Coimbra 

Mesmo assim que venha, que será bem-vindo!

28576205_10213439319949947_8442572111337195884_n[1]

 

Duarte Gonçalves no facebook

E dizem vocês: – “Dassss lá no gajo! 😤😤 Lá vem mais uma parvoíce que só naquela cabeça faz sentido”. 😁
Acertaram. 😂😂😂
Desta vez pus-me a olhar atentamente para esta foto e pensei duas coisas: 😇😇

1. Não se percebe muito bem a que “dano colateral” aquela mãe se refere! Afinal de contas, se não queria danos colaterais, deveria ter pensado nisso quando se encantou pelos olhos verdes do ‘Horácio’, em 2005, na última noite do ‘Sudoeste’. 😇😁

2. Não é que estes ‘pais’ querem fazer um protesto ‘sério’, mas deixam ir um dos putos ‘decorado’ com uma caveira que diz “FORGET THE RULES”, 😏 enquanto pede (supostamente, aos professores) para não comprometerem o futuro dele. 😮😏 Isto para nem falar do auricular e daquela bocarra toda aberta a comer moscas.
– Ó mariola, se tu não queres saber das regras, porque hei de eu preocupar-me com o teu futuro?!

36349964_1887961864600513_4165603572534214656_n

facebook.com/groups/