Prós & Contras sobre Educação, Hoje

O Meu Quintal

Em matéria de Educação parece-me que hoje à noite (sou supersticioso como os Heróis do Mar e o Stevie Wonder, gosto sempre de ressalvar imprevistos próprios ou a morte do Eusébio – sim, tive de regressar a casa uma vez quando já ia a caminho do estúdio para um programa sobre Educação que foi cancelado por esse motivo) me destinaram o papel de ser do “contra” no meio dos “prós”, com o secretário de Estado João Costa à cabeça.

Agora resta saber se, no meio de tanta paranóia e escavação, pesquisaram correctamente o que penso do assunto. Desse que estão a pensar ou outro.

Ricochete

View original post

Reflexão de um blogger desconhecido

A reflexão quer apenas dizer o seguinte : toda a verborreia legislativa de sucessivos ME, toda a porcaria que tem vindo a ser imposta à classe docente, só acontece porque o ME sabe que tem inúmeros “cúmplices” entre os destinatários.
Inúmeros professores desejosos de avaliar outros professores, outros tantos disponíveis para vigiar colegas, um sem número deles conivente com o abuso praticado sobre o colega do lado, mais uns tantos sempre prontos a prestar vassalagem às direções e muitos, muitos, muitos convencidos de que são incomensuravelmente melhores profissionais do que todos os outros…
Shame

 

Maria Laura Correia no facebook

4 h · 

Diz o Presidente da Republica que este ano tem que correr, pois não se querem entre várias coisas professores tristes. Que dirá VExc, quando lhe disser que ao ir para a escola me sinto a cumprir pena de prisão, sem nunca ter feito mal a ninguém, professora do primeiro ciclo, 61 anos de idade, 26 alunos de 2°ano. Onde vou buscar energia, se só me apetece chorar e fugir?

O Ano Da Desresponsabilização

O Meu Quintal

Fica em seguida o texto publicado na última edição do JL/Educação.

Quando se inicia um novo ano lectivo, é prática comum a Situação insistir em que este será o melhor de todos, com as melhores condições de sempre, atendendo a estas ou aquelas circunstâncias, a maior preocupação com os alunos, o maior respeito pelas escolas e pelos docentes, pela sua responsabilidade e autonomia, enquanto a Oposição insiste em destacar todos os detalhes de maior ou menor importância que considera serem as renovadas falhas de um sistema de ensino que, quem está fora do poder, parece encarar sempre como estando em catástrofe permanente. Como em quase tudo, nenhum dos lados tem toda a razão, sendo que é inegável que se têm verificado melhorias, embora também seja difícil negar, sem forte acesso demagógico, que são muitas as reformas ou medidas que estão longe de terem um saldo positivo para o funcionamento da…

View original post mais 1.192 palavras