Muitos preferem morrer em pé do que viver de joelhos

Jornalista RTP questiona uma professora: “Acredita que o governo irá aceder às exigências dos professores na recuperação do tempo de serviço?”
Professora:”Não! Se acedesse já o teria feito e não estaria até agora com este conflito.”
Jornalista:”Então porque está aqui a protestar em frente à AR?”
Professora.”Porque, pelo menos, mostro que lutei até ao fim.”
Esta tem sido a história da classe docente desde 2005: um somatório de derrotas.
Se comparar o ECD antes de 2005 com o ECD atual, verifica-se facilmente que não houve reversões nas condições de trabalho e que existiram gerações de docentes que efetivamente tiveram direitos laborais muito melhores que as gerações atuais, tal como na progressão na carreira e na aposentação.
Nesta batalha profissional, muitos preferem morrer em pé do que viver de joelhos…

mário silva no blog do Guinote

 

tv_burro

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s