Opinião – Afonso Costa

Afonso Costa 19 Novembro, 2018 at 19:04

Força aí na flexibilidade e no decreto 55!… É só aplicar as grelhas e eles hão-de cuspir o sucesso absoluto! Misture-se este belo desiderato com a municipalização e o desvario dos fundos europeus e o resultado vai ser espectacular! Sucesso, sucesso e mais sucesso em cursos ministrados por grupos de teatro, universidades, ditas católicas, ecologistas em manada, adeptos de esoterismo diversificado, especialistas em agricultura, academias de música… todos a quererem salvar o sistema e a ajudar os impreparadinhos dos zecos! Poderão os senhores pensar que professores, com a dura verruga de trinta anos de serviço, são mais capazes que jovens , acabadinhos de sair das universidades, e pagos a pataco, para ministrar cursos de garantia de sucesso académico total… Poderão os senhores pensar que estamos à beira de ”esbardalhar” mais uns milhões de massa europeia , como sempre fizemos… De esturrar uns biliões como na Parque Escolar… De queimar uns milhares como no azul computador Magalhães…
Eu, por mim, já não estou para me incomodar… Viva a flexibilidade, a massa europeia, o sucesso total… Isto anda tudo ligado e, como dizia uma senhora ministra, vai ser de novo uma FESTA!

gif de Luís Costa

As Equipas Multidisciplinares de Apoio à Educação Inclusiva

O Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho, nada refere quanto à data da sua entrada em vigor ou início da vigência pelo que, quando assim é, dispõe o n.º 2 da Lei n.º 74/98, de 11 de novembro, na sua redação atual, na falta de fixação do dia, os atos legislativos entram em vigor no quinto dia após a publicação. Portanto, salvo melhor opinião, o Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho, inicia a sua vigência ou entra em vigor no próximo dia 11 de julho de 2018.

Salienta-se que este diploma legal foi aprovado em reunião do Conselho de Ministros de 24 de maio de 2018 e promulgado em 22 de junho de 2018, portanto deveria ter sido publicado com maior antecedência.

As equipas multidisciplinares de apoio à educação inclusiva entram em funcionamento no prazo de 30 dias a contar da data da entrada em vigor, 11 de julho de 2018, do Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho.

Em cada escola é constituída uma equipa multidisciplinar de apoio à educação inclusiva (cfr. artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho).

Quando o legislador se refere “em cada escola” só pode querer dizer em cada agrupamento ou escola não agrupada.



19.999€ (+IVA) Por Um Ano

O Meu Quintal

Aquisição de serviços de Apoio ao Apoio ao Desenvolvimento do Projeto Educativo de Abrantes e ao Programa de Autonomia e Flexibilidade dos Agrupamentos e Escola Profissional de Abrantes

É toda uma nova área de negócios que está em pleno desenvolvimento só para ver se o PAFC se implementa à maneira a nível municipal. Ou seja, a autarquia já se abalança a avaliar o trabalho pedagógico das escolas. Mas ainda não adquiriram um prontuário ou corrector ortográfico para evitarem a “monotorização”.

Abrantes1

(…)

Abrantes

Pesquisando na Base.gov.pt encontram-se mais coisas interessantes…

View original post