A Sério…

O Meu Quintal

… é um bocado para o chato um tipo fazer tudo o que pode no seu trabalho – que não é estar sentado a fazer telefonemas e trocar mails com os amigalhaços, desculpem, as “fontes” – e ligar a televisão ou abrir um jornal e aturar pessoal que não faz nada de realmente produtivo, excepto manter-se nas boas graças do chefe balsemânico, a largar bitaites sobre o perigo que representa para a nação e para as finanças cósmicas o ser contado o tempo de serviço que se prestou. Se lá na impresa, desculpem, na empresa começaram a fechar mais os cordões à bolsa e já não é a tripa-forra de há uns anos e isso traz um certo azedume à boca? Acredito. Assim como acredito que a simplismos nem sempre se deve responder na mesma moeda, mas por vezes o neurónio fraqueja e riposta-se na mesma moeda fraca…

View original post mais 627 palavras

O cérebro precisa se ‘emocionar’ para aprender

O cérebro precisa se ‘emocionar’ para aprender – Francisco Mora

A neuroeducação, disciplina que estuda como o cérebro aprende, está dinamitando as metodologias tradicionais de ensino. Sua principal contribuição é que o cérebro precisa se emocionar para aprender e, de alguns anos para cá, não existe ideia inovadora considerada válida que não contenha esse princípio. No entanto, uma das maiores referências na Espanha nesse campo, o doutor em Medicina Francisco Mora, recomenda cautela e adverte que na neuroeducação ainda há mais perguntas do que respostas…

Os manuais

Alexandre de Oliveira27 de Novembro às 21:12

Não me consigo identificar com uma medida que transfere directamente dinheiro dos cofres públicos para as grandes editoras. Actualmente a utilidade dos manuais é altamente discutível, um parque informático com acesso à internet ao alcance de todos contribuía muito mais para a melhoria da Educação.
Já para não falar da questão de discriminação por parte do Estado aos alunos do ensino privado.
Não estamos a falar de uma medida que seja barata no orçamento, fica mais cara que a reposição das carreiras…
Mas resumindo: o governo acredita ser melhor o investimento em manuais que na valorização da profissão docente. Em breve os alunos terão manuais muito bonitos, mas será que ainda terão professores?
E é isto!

Adaptações ao processo de avaliação e acomodações curriculares

https://inclusaoaquilino.blogspot.com/2018/09/adaptacoes-ao-processo-de-avaliacao-e.html

O Decreto-Lei n.º 54/2018, de 6 de julho, identifica as medidas de suporte à aprendizagem e à inclusão, as áreas curriculares específicas, bem como os recursos específicos a mobilizar. As medidas são: universais; seletivas; adicionais. As acomodações curriculares contemplam, entre outras possibilidades, a utilização de diferentes modalidades e instrumentos de avaliação. […]

veja também

http://inclusaoaquilino.blogspot.com/2018/11/acomodacoes-curriculares-e.html