Aulas de recuperação em tempo de férias

Escola Portuguesa

ps-acores-e1544557240793.jpgA proposta de alteração ao Estatuto do Aluno surgiu no parlamento açoriano, pela mão do grupo parlamentar socialista: os professores que dêem “negativas” aos alunos devem apresentar ao Conselho de Turma um plano de recuperação de aprendizagens a desenvolver durante parte do período de interrupção lectiva. Um castigo, aparentemente, para o aluno, que vê diminuído o seu período de férias, mas também para os professores que dão notas baixas. E uma pressão nada subtil no sentido de concretizar o grande desígnio educativo do século XXI, o de passar toda a gente.

Para já a medida, aprovada pelos partidos de esquerda, parece estar a gerar estranheza e contestação, até mesmo em sectores governamentais. E é tomada ao arrepio do que julgo ser o espírito das mudanças educativas em curso, que valorizam o carácter formativo das avaliações periódicas e privilegiam o desenvolvimento de competências ao longo de um ciclo de estudos.

“Não…

View original post mais 185 palavras

Do esmagamento burocrático

“Há documentos em que se pretende classificar com ponderações de 1-2% no valor final atitudes como empenho ou responsabilidade. Quem ache normal percentualizar a criatividade ou a autonomia. Quem, para o 1º ciclo, ache adequado classificar com 20 parâmetros o desenho de uma árvore de Natal com prendas (a sério, não estou a inventar nada…). Há mesmo o regresso – sob a geringonça – de matrizes para avaliar a rapidez e fluência da leitura num dado período de tempo, aquilo que com Crato era (e e era mesmo) tido como um autêntico disparate.” Paulo Guinote

AVALIAÇÃO DE ALUNOS COM NECESSIDADES ESPECIFICAS COM MEDIDAS DE APOIO À APRENDIZAGEM E À INCLUSÃO

Conforme explica o Decreto-Lei n.º55/2018 de 6 de julho, no Artigo 28.º, a escala de avaliação,expressa-se de seguinte forma para os alunos com medidas universais, seletivas e adicionais – alínea a) frequência do ano de escolaridade por disciplinas:

● No 1.ºciclo do ensino básico,na atribuição de uma menção qualitativa (Fraco, Insuficiente,Suficiente, Bom e Muito Bom) acompanhada de uma apreciação descritiva em cada componente de currículo;

Os alunos com medidas universais,seletivas e adicionais – alínea a)frequência do ano de escolaridade por disciplinas a avaliação é realizada, na ficha de registo de avaliação, na plataforma do INOVAR, devendo no primeiro ciclo ser de forma descritiva e qualitativa…