Mães italianas conflituosas em festa de Natal da escola

Natal de paz e concórdia, que por estes dias foi um disco riscado na festa de Natal de uma escola básica italiana em Gela, na Sicília, e que acabou com as crianças vestidas de anjos aterradas a chorar por causa de uma luta dos diabos entre duas mães. DN

Advertisement

PORTUGAL com escolas sem retenções?

Para já, e antes de avançar para essa regulamentação, o executivo terá de fazer uma avaliação de fundo ao Projeto Piloto de Inovação Pedagógica, as chamadas escolas PPIP, através do qual sete estabelecimentos de ensino já funcionam com autonomia total. O objetivo principal é perceber se é possível em Portugal haver escolas sem retenção de alunos. Só quando o projeto estiver avaliado e consolidado se generalizará a hipótese de autonomia a 100%.

“João Costa não quer pagar o “preço” de assumir a proibição das retenções, Então prefere acusar quem não adere às suas ideias e elabora discursos redondos e tautológicos, com uma postura de arrogância virtuosa. Cria uma armadilha legislativa – os “gémeos” 54 e 55 foram um passo decisivo – que enreda os professores em 0% de autonomia para avaliar a menos que seja com 100% de sucesso.” PG


“Não me canso de repetir o mesmo: a alternativa a reprovar é aprender. Quando se fala no fim das reprovações, há sempre alguém que vem com a conversa do facilitismo. Fácil, fácil é ser professor daqueles que aprendem por múltiplas vias. Difícil é conseguir que estes miúdos com mais dificuldades também aprendam. No discurso público passa-se muito a ideia de que a alternativa a chumbar é passar, e isso leva a atos administrativos”, argumenta o governante. JCosta