Mais Do Que A Não Recondução, Interessa-me Que Operacional Será Escolhid@ Para O Cargo

O Meu Quintal

Ministério rejeita reconduzir diretor do instituto responsável pelos exames nacionais

São necessários “novos atores e conhecimentos”, justifica secretário de Estado da Educação. Presidente do IAVE diz-se surpreendido e estranha os argumentos apresentados.

(…)

O secretário de Estado explicou ser necessário “imprimir ao instituto uma nova abordagem e dinâmica das suas atribuições” face às “alterações legislativas introduzidas no sistema educativo”. E é por isto, escreveu João Costa na sua justificação, que não foi proposta a renovação de Hélder Sousa no cargo de presidente do conselho diretivo do IAVE, que ocupava há cinco anos e cujo mandato terminou no final de dezembro.

Assim se vê a “autonomia” do IAVÉ. Tenho aqui umas suspeitas razoavelmente fundadas acerca do “perfil” do substitut@ de Hélder de Sousa (e tenho a certeza que não será um “novo actor” e que só será surpresa quando se perceber que não traz “novos conhecimentos” nenhuns) que deveria ter percebido…

View original post mais 74 palavras

O idealismo está fora de moda

A sobrevivência tornou-se mais importante. Um bom “pé de meia ” ou uma herança sólida são prioritárias, num mundo dominado pelas aparências e consumismo. Para o conseguir alguns “congelaram”, “meteram na gaveta” os ideais e aproveitaram a sua posição dominante, (já sem o objetivo de servir, mas de se servirem) quer através dos recursos Estado, quer através da exploração do trabalho. Para o efeito a fonte é a mesma, o povo que trabalha. Os ideais de abril estão agonizando ou morreram, para desgosto dos que os viveram plenamente.