Afinal ainda há esperança, profs fazem depender futuras acções de luta (greves) do que vier a ser decidido pelo Parlamento

A maioria dos cerca de 33 mil profs que participaram numa consulta promovida pelos sindicatos já disseram que no dia 16 de Abril o seu lugar é estar no Parlamento, para acompanhar o debate da apreciação parlamentar ao diploma do Governo e também da Iniciativa Legislativa de Cidadãos em defesa da recuperação integral do tempo de serviço, que será discutida na mesma sessão parlamentar.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s