Sindicatos garantem que há milhares de professores interessados na reforma antecipada — Blog DeAr Lindo

Professores inundam escolas com pedidos de informação sobre a reforma antecipada – Observador – Milhares de professores têm enviado às escolas e aos sindicatos pedidos de informação sobre o acesso à reforma antecipada, avança o Jornal de Noticias na edição desta quarta-feira.
“Não há escola que não tenha professores interessados, pelo menos em informar-se”, diz o presidente da Associação Nacional de Diretores de Agrupamentos e Escolas Públicas.

Sindicatos garantem que há milhares de professores interessados na reforma antecipada — Blog DeAr Lindo

DGS anuncia que lanches das crianças do pré-escolar vão ter fruta e legumes


A distribuição de fruta e legumes nos lanches dos alunos do 1.º ciclo vai ser alargada ao pré-escolar, anunciou a responsável pelo programa da Direção-Geral da Saúde (DGS), que reconhece que a iniciativa tem ficado aquém do esperado.

Carta aberta a Tiago Brandão que visita Portimão no sábado

Excelentíssimo Senhor  Ministro da Educação

Não usufrui da dispensa letiva atribuída aos monodocentes, aos 25 anos de serviço porque a lei ainda não existia. Aos 33 anos de serviço acionei o mecanismo, mas por contingência do serviço do agrupamento acabei como coordenador das bibliotecas, sem a componente letiva mínima de apoio atribuída aos professores bibliotecários, é certo, mas a cumprir as restantes horas letivas que são equivalente à função, em atos pedagógicos próprios da atividade da biblioteca.

Aos 60 anos comecei a pedir a dispensa letiva de cinco horas, e já vou no segundo ano com essa dispensa. No primeiro ano, as horas de dispensa foram convertidas em apoios individuais a alunos, considerados não letivos e fiz as mesmas horas letivas da monodocência. No atual ano letivo cumpro as cinco horas na Equipa TIC.

Sei que alguns colegas (poucos) mesmo usufruindo do 79 depois dos 60 anos, permanecem a lecionar na liderança de uma turma, por necessidade da escola ou por opção pessoal. Conheço outros, que traídos pela falta de saúde, esperam desconfortavelmente nas mãos dos médicos a merecida aposentação.

Posto isto, proponho como forma de valorizar a mono docência e o trabalho letivo com turma, uma bonificação de um ano para a aposentação por cada dez de Titularidade de Turma.  Para alguns colegas já seria tarde, pois com 40 anos de serviço como Titulares de Turma teriam de ter saído cerca dos 62 anos de idade, e alguns já vão a caminho dos 66 anos sem ver a luz ao fundo do túnel.