O Inferno Em Que Transformaram A Minha Profissão – 3

O Meu Quintal

Última parte do texto da colega Maria de Fátima Patranito sobre vários aspectos da burrocracia escolar que nos submerge. Em relação a alguns comentários que fui lendo, em especial no fbook, gostaria de deixar umas breves notas: em alguns casos, a descrição até pode pecar por defeito, pois há escolas nas quais se realizam reuniões e se pedem documentos que não surgem nesta listagem; em seguida, que se há pessoas que acham que nos lamentamos demais e as outras profissões também os seus problemas, então que essas profissões se queixem dos seus agravos, pois ninguém se queixará por nós; por fim, que sei perfeitamente que existe quem acha que isto é tudo muito natural, necessário e mesmo indispensável, sendo que muitas delas costumam estar no topo da cadeia hierárquica e de sala de aula ou praticam pouco ou fazem-no com aquela mestria que só é possível a quem se alegra…

View original post mais 1.681 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s