A falsa promessa

De vez em quando António Costa fala de uma injustiça por reparar. Alguns ficam com esperança que a sua vida saía da escola escola antes dos quase 67 anos, para outros o tempo terminou. A aposentação chegou já perto dos 67 anos. Numa segunda opção uma junta médica pôs termo à sua carreira de professor. Alguns com determinação médica de não voltar a lecionar vão ficando em serviço indeterminado nas bibliotecas e secretarias. Tudo em nome da sustentabilidade económica do Estado que precisa dos seus descontos.

A maioria dis sindicatos assobia para o lado e considera que ou todos ou nenhuns, o que é o mesmo que dizer, que nunca negociariam uma solução parcial nesta matéria.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s