É inadmissível a falta de professores em Portugal

Imaginemos um condutor profissional que não conduz há 30 anos. As hipóteses de vir a ter uma condução razoável, após esta longa paragem são reduzidas.

E porque é permitido a estes condutores continuarem a ser motoristas, com tão longas ausências de condução?

Começam a faltar condutores , mas a tutela não reorganiza -reforma- as instituições de forma aos encartados não perderem a prática, de forma a voltarem ao circuito que interessa manter sem pausas.

Não compreendo como há tantos alunos sem aulas, com tantos condutores nas boxes, já sem pratica de condução há largos anos, à sombra de um lugar mais tranquilo.

Não aprecio Rui Rio, mas tenho que dar-lhe razão, não há condutores a menos. Faltam são condutores a trabalhar na sua verdadeira função.

Imagem de Luís Costa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s