Abertura do Ano Judicial – Marcelo esqueceu-se de que era o PR — A Estátua de Sal

…Marcou a abertura do ano judicial com a leveza do constitucionalista que se esquece da hierarquia do Estado e se embrenha na defesa de uma grelha salarial, sobre quem pode e deve beneficiar de altos salários e de quem não pode nem deve ser equiparado…

(Carlos Esperança, 07/01/2020) Aqui Marcelo é desconcertante, capaz do melhor e do pior, de tocar às campainhas das portas para comprometer um amigo, de inventar uma ementa com Vichyssoise para ludibriar um jornalista, de se baixar a oscular o anel de um bispo ou enternecer um sem-abrigo com…

Abertura do Ano Judicial – Marcelo esqueceu-se de que era o PR — A Estátua de Sal