O “expresso” relata irregularidades no hospital de Faro

O diretor do serviço de Urgências do hospital de Faro esteve de prevenção 556 horas (o correspondente a mais de 23 dias completos) no mês de junho do ano passado. Esta disponibilidade permitiu que, no final do mês, acrescentasse mais 11 500 € ao ordenado habitual. Como nesse mesmo mês lhe foi pago, também, o subsídio de férias, o médico recebeu cerca de 19 600 € brutos (perto de 11 mil € limpos).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s