A história de Portimão

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdT47CaniYNaIaK7CCqXjjrLOIIQz4OQcsVJed37T3ksX1uaQ/viewform

Portimão, cidade alegre e luminosa, pelo clima, pela pesca, pela paisagem, pelas suas gentes. Tem uma história marcada por testemunhos, desde os mais antigos até aos nossos dias, que mostram a atividade do homem na sua relação com a terra, o rio e o mar.
A sua origem parece ser uma povoação pré-romana.
Fenícios, Cartagineses, Gregos, Romanos e Árabes teriam contribuído para a sua cultura e desenvolvimento. Portus Hanniballis, porto Magnus e Porcimunt teriam sido os seus nomes.
Da povoação piscatória terá nascido a Vila Nova de Portimão a que D.Afonso III deu foral.
Com o início das descobertas, a vila cresce como centro piscatório, comercial e da construção naval. Portimão torna-se uma zona estratégica na foz do rio Arade, porto de caravelas nacionais e estrangeiras.
A nobreza começa a instalar-se no burgo. Foi entregue por D. Afonso V à família Castelo Branco. Martinho Castelo Branco, terá sido o 1º Conde de Vila Nova de Portimão.
Portimão é sede de concelho em 1773 e em 1924, é elevada a cidade, pelo então presidente da Republica, Manuel Teixeira Gomes.
No século XIX as fábricas de conservas contribuíram para o crescimento de Portimão.
A partir dos anos 60 do século XX, foi a componente turismo que permitiu a expansão e dinamização do espaço urbano.

Foto antes da marina de Portimão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s