A escola e o limiar da automatização – Correntes

https://correntes.blogs.sapo.pt/a-escola-e-o-limiar-da-automatizacao-3042702

…e se não há dificuldade na criação de conteúdos escolares digitais ou na avaliação online de alunos, não será de excluir que essas máquinas e moscas que lêem o pensamento também se instalem nas “salas de aula” e avaliem em tempo real os comportamentos de alunos e de “uberizados-guardadores“. E isso será uma tentação orçamental para a massificação em escolaridade de baixa qualidade numa sociedade que tentará alguma compensação com um rendimento básico incondicional da nascença à finitude (70% da mão de obra actual poderá ficar, com a IA, desocupada já em 2030). A aula presencial maioritariamente analógica ficará para a escolarização ecléctica de uma minoria…

Monodocência, De Novo — ComRegras

Sempre se considerou que as crianças, até aos 9/10 anos, se desenvolviam de forma mais harmoniosa se tivessem no educador/professor uma figura única, de referência, com a qual pudessem estabelecer laços afetivos, os quais lhes conferiam estabilidade e segurança, sendo ideal que mantivessem o mesmo professor, do 1.º ao 4.º ano. 18 mais palavras

Monodocência, De Novo — ComRegras
http://biblioteca.esec.pt/cdi/ebooks/docs/Gestao_curr_%201ciclo.pdf
…Certo é que os professores do 1.º ciclo assim trabalham até hoje (1500 minutos semanais de componente letiva), com a responsabilidade de se manterem atualizados em todos os domínios do saber- a Língua Materna, a Matemática e as Ciências, a Educação Física e a Música, o Teatro e as Artes Gráficas.

Quem quer ser um BOM professor, tem que fazer FORMAÇÃO, estar a par de qualquer inovação!! Tem que conhecer os Grupos Musicais que as crianças ouvem atualmente… Vai cantar as “Pombinhas da Catrina” com eles?? Leva um coro de assobios! (exemplo jocoso) Técnicas de desenho e pintura, trabalhos manuais… O PROFESSOR do 1.º CICLO TEM QUE DOMINAR e ATUALIZAR TODAS AS MATÉRIAS!! Assim é o EDUCADOR de INFÂNCIA.
Para além de tudo o que já foi referido, muitos professores no 1.º ciclo, estão entre os que se encontram em situação de risco a nível de saúde, com 40 anos de serviço e mais de 60 anos de idade. Que estão esses docentes a fazer nas escolas, quando há tanta necessidade de jovens para lidar com as tecnologias e para levar frescura ao ensino?…
Fátima Ventura