Igualdade de Direitos

MPM - Movimento dos Professores Monodocentes

Partilhamos hoje um texto de António Carvalho, o mesmo autor que realizou o estudo/quadro comparativo que publicámos ontem:

“A todos/as os /as que se manifestam contra as comparações, digo-lhes que são inevitáveis e que resultam única e exclusivamente do que está expresso na legislação (ECD). Se há divisões, elas estão lá expressas, é só uma questão de as contabilizar e foi isso que foi feito.
Aspetos relativos às especificidades de cada nível de ensino, sempre existiram econtinuarão a existir; esses não foram alegados, nem poderiam ser, e não podem ser equiparados por via da legislação.
É comparada somente a duração da carga letiva que, como todos/as sabemos, é o fator de maior desgaste físico e psicológico. O que foi e é pedido, é simplesmente a igualdade dessa carga sendo, para tal, necessário alegar as diferenças.
A quem alega que pedir condições iguais é querer causar divisão, digo-lhes que é exatamente…

View original post mais 136 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s