O faz de conta tem limites – Maria em comentário no “quintal”

maria

O “faz de conta ” tem limites , senhores! ( mais um exemplo)

Educação Especial (EE) . ( o grupo de EE é alheio a uma “pérola” que deveria figurar no anedotário nacional ; passo a relatar) .

a) – um deficiente profundo ( profundo, repito) quando atinge a idade de frequentar o ensino secundário, o seu nome passa automaticamente a figurar numa pauta do 10º , 11º ou 12º anos como se efectivamente fosse aluno! Razão única: a idade, apenas a idade, não o percurso, obviamente.

b) – Mais – respirem: o professor de Educação Especial que noutra escola do agrupamento o “acompanha” nas chamadas Unidades … tem de estar presente nas reuniões de avaliação – de princípio ao fim! Razão : ora, ora – “tá” lá o nome (apenas) e é quanto basta.
Salvo melhor opinião, este ” faz de conta” atenta contra a dignidade de um ser a quem a sorte foi madrasta. E o insólito presta-se – lamentavelmente – à chacota – ” Ehh fulana! O teu filho está no 12 ºano na turma do meu ehhh. A ver se em outubro ambos entram na Faculdade de Engenharia !” .
Inclusão sim , mas com bom-senso, respeito e realismo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s