Paulo Guinote / Há sempre uma primeira vez

Pela primeira vez, assumo, sem hipocrisias ou discursos enjoativos de tão politicamente correctos, que não me apetece minimamente voltar a 1 de Setembro ou, na pior das hipóteses, arrancar com um novo ano ali a meio de Setembro, para fingirmos que está a tudo “normal”.

Pela primeira vez, a acumulação de sacanices a várias escalas é capaz de ter conseguido ultrapassar o que é aceitável em quem tenta levar isto a sério e que, por mais críticas que se façam, faz o melhor que sabe e lhe deixam no seu trabalho com os alunos…

Uma opinião sobre “Paulo Guinote / Há sempre uma primeira vez”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s