A preocupação do momento – Margarida no Facebook

Espero que os sindicatos tomem medidas, se não estamos todos tramados. Ontem até já chorei… agora já estou mais calma, mas que raiva. O resumo do que nos vai acontecer é este:
1º Os quadros que concorrem em MI deixam de poder ficar colocados em incompletos perto das suas residências… e vão ocupar os completos que antes deixavam livres para os contratados.
2º Muitos docentes vão, pela MI, ficar colocados a centenas de km das suas residências.
3º Os contratados vão ficar colocados nos incompletos que não puderam ser ocupados pelos docentes em MI.
4º Se ficarem em incompletos os contratados nunca mais vão efetivar pela norma.
Esta é a receita fácil do governo para a austeridade no ensino:
1º – Poupa dinheiro em Salários… as vagas para contratados serão menos e mais baratas (menos horários e incompletos).
2º – Evitar mais entradas no quadro (em alguns grupos poderão entrar 2 ou 3, noutros será zero).
3º – Com um bocado de sorte, alguns quadros não vão aguentar o distanciamento (por motivos pessoais/familiares, económicos, psicológicos, etc.) e poderão pedir a rescisão – Mais dinheiro para o estado!!! Porque um miserável contratado num incompleto custa muito menos!
4º – Prejudicar os alunos – os quadros que entravam em incompletos, tinham sempre o seu horário completado na escola com tarefas de apoio aos alunos, como tutorias, apoios nas disciplinas,coadjuvância , clubes. Tudo isto vai deixar de existir, na maioria das escolas.
https://www.publico.pt/2020/08/07/sociedade/noticia/governo-vai-mudar-regras-concursos-professores-2021-1927477?fbclid=IwAR0_CChhYFGar9tfk5W9aJZO9q1kxAFXMo5a73NS9ao31aWJebv97CWx20k