Não aprendem nada…na Suécia

Se fosse assim em Portugal!…Três grandes pontos: dividir as suas turmas ao meio por forma a respeitar a distância dos dois metros, implementar um rigoroso sistema de higienização das mãos e promover o maior número de aulas feitas no exterior. “Tivemos muito poucos casos de professores que ficaram infetados”,

Os alunos considerados de risco para a COVID-19 (diabéticos, hipertensos, doentes cardiovasculares, com doença respiratória crónica, doentes oncológicos e com doença renal) estão dispensados do regime presencial.

Estudantes vão ter oportunidade de seguir as aulas a partir de casa.

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s