Os professores monodocentes e auxiliares deveriam ser vacinados

Não obstante ser o ensino à distância aceitável por contingências de emergência sanitária, o regresso ao ensino presencial é inevitável, por ser aquele que proporciona um desenvolvimento cognitivo-comportamental adequado e representar, ainda, o único tipo de escola em que alunos, professores e a esmagadora maioria dos pais se reveem.

No entanto, importa assegurar condições de segurança adequadas para que o retorno corresponda a uma vantagem para todos os intervenientes diretos no processo escolar, a saber os alunos, os professores e os auxiliares.

Para que tal aconteça, torna-se imprescindível considerar o caso especial e particularmente sensível da Educação Pré-Escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico, numa idade em que os alunos não são obrigados a usar máscaras, não por falta de necessidade, mas por ser difícil o seu uso por parte das crianças.

Acresce que a natureza eminentemente próxima, afetiva e física da relação pedagógica neste setor específico, que trabalha com crianças até aos 10 anos, sujeita os seus intérpretes a riscos acrescidos, conforme se verificou no passado mês de janeiro, em que os docentes estiveram rodeados de alunos infetados sem os mesmos usarem equipamentos de proteção, com a ocorrência de casos sucessivos e simultâneos na mesma escola, algo que importa evitar que se repita.

Releva ainda saber que a média de idades dos docentes deste setor, que equivale a um total superior a 30000, rondará os 50 anos e que cerca de metade destes docentes têm idades até aos 66 anos.

Por estes motivos, propõe-se à consideração de V. Exas:

1. A elaboração de um plano faseado de reabertura com base em critérios objetivos e respeitando os desígnios de saúde pública.

2. A reconhecimento da natureza diferenciada da realidade da Educação Pré-Escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico e a consideração dos seus docentes e auxiliares como profissionais de risco, com a inerente integração nos grupos prioritários de vacinação.

3. A vacinação de todos os profissionais da Educação Pré-Escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico antes do reinício da atividade escolar presencial.

4. A distribuição a todos os profissionais da Educação Pré-Escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico de equipamentos de proteção individual de nível superior, em vez das máscaras sociais antes disponibilizadas, incapazes de proteger os profissionais.

https://peticaopublica.com/mobile/pview.aspx?pi=PT106316

Uma opinião sobre “Os professores monodocentes e auxiliares deveriam ser vacinados”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s