Uma enorme precipitação – Paulo Guinote

…E no actual contexto, que acertadamente justificou a anulação de provas de aferição e provas finais, vamos partir para a realização de testes nacionais a todos os alunos? Como, quando, em que moldes, com que referenciais? Não será essa obsessão, no presente, apenas um elemento adicional de perturbação e consumo de tempo? Digo eu, que até gosto de exames e tudo. Só que se deve manter algum bom senso no meio disto tudo e cada vez estou mais convencido que a pandemia está a servir de pretexto para que a Educação fique de novo à mercê de uma nova vaga de grupos de pressão, sempre disponíveis para arrendar os seus serviços.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s