opinião sobre as provas de aferição do 2º ano

Fátima Barbosa

Só questiono uma coisa: então, eu preciso de uma prova externa para saber quais as aprendizagens que se encontram fragilizadas e não consolidadas nos meus alunos?! Eu que passo 5 dias da semana com eles, num trabalho de transversalidade disciplinar (joia da coroa do 1ºciclo). Poderá servir como mero indicador ao ministério, pois eu sei bem as dificuldades dos meus alunos, o que precisam eles e eu de fazer e como fazer. Tudo o resto são cantigas! Planos, planinhos, amostras, amostrinhas, equipas de trabalho a ganharem o tostãozinho para as elaborarem e lai…lai…lai…porque poderia fazer uma dissertação sobre estas provas e o seu real valor pedagógico.