A Isto Chama-se Gozar Fortemente Com O Pessoal (Até Porque É Apenas Para Directores/Lideranças)

O Meu Quintal

Tornar a Escola numa Organização (ainda mais) Feliz

O domínio do bem-estar pessoal e profissional docente, bem como o dafelicidade organizacional,integram atualmente o leque das preocupações dos sistemas educativos na Europa e no mundo, tendo começado a ocupar alguma centralidade na investigação em educação a partir do momento em que se começaram a recolher evidências sobre o impacto da felicidade nas práticas dos docentes e no sucesso académico dos seus alunos (só para referir alguns exemplos).

Assim, pela sua atualidade e pertinência quis a DGAE, em parceria com a Universidade Atlântica, proporcionar aos diretores/lideranças das UOs públicas uma formação nesse âmbito, na modalidade de curso de formação, acreditada pelo CCPFC, com a designação “Ferramentas para construir uma “Happy School”: docentes, lideranças e organizações educativas”, dinamizada pelos Professores Doutores Jorge Humberto Dias, Tiago Pita e Georg Dutschke, especialistas na área da felicidade pessoal e organizacional.

São objetivos desta 1ª edição do curso:

  • Compreender…

View original post mais 106 palavras

Uma opinião sobre “A Isto Chama-se Gozar Fortemente Com O Pessoal (Até Porque É Apenas Para Directores/Lideranças)”

  1. “o burro que ri”
    Pois cá estamos nós a fazer de pau para toda a obra…de jericos ridentes!
    Vamos ter de rir, mesmo quando só temos motivos para chorar?
    Vamos ser avaliados em função do grau de felicidade?
    Organizações felizes? Que tal organizações justas, ou organizações democráticas, ou organizações respeitadoras num país justo, onde o dinheiro é bem gasto, sem ladrões vampirescos? Que tal organizações coerentes articuladas com um Estado sério que premeia aqueles que trabalham honestamente numa função social primordial e como contribuintes massivos durante uma vida inteira?
    Que ridículo! Mais uma piroseira para dar coroas a alguém…Felizes são os diretores nas suas “escolinhas porreirinhas” onde fazem tudo que lhes apetece com benção tutelar e manipulação das marionetes chamadas professores.
    Não faltam ridentes de show off só para agradar aos nossos queridos líderes! A partir de agora serão os nossos carcereiros a fazer acrobacias e palhaçadas para alunos e professores rirem?
    Caso para dizer: quando eu morrer batam em latas, andem aos saltos e aos pinotes, façam estalar no ar chicotes, chamem palhaços e acrobatas…Mas só quando eu morrer, o.k?! Até lá serei apenas o burro que ri.

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s