Facebook interrompe projeto instagram Kids

Saúde mental. Facebook interrompe projeto Instagram Kids

Decisão surge semanas depois de ter sido revelado que os responsáveis do Facebook, que detém o Instagram, estavam cientes dos efeitos negativos da rede social na saúde mental dos adolescentes. Empresa é também acusada de esconder estudo que contém dados detalhados sobre os impactos negativos nos adolescentes, sobretudo nas raparigas.

Três casos da ilusão do Facebook

Dois movimentos de professores e um professor, escritor de mão cheia.

O MPM (movimento de professores monodocentes) com 8000 membros ao fazer uma sondagem muito importante para decidir o seu rumo deparou-se com a realidade dura se apenas cerca de duas centenas responderem. O movimento de professores do pré escolar e primeiro ciclo com quase 6000 membros pretendeu fazer uma reunião online, foi uma desilusão. O colega Carlos Santos escrevia há uns anos atrás textos sindicais com milhares de “likes” e centenas de comentários. Ao apresentar-se num plenário da Fenprof deparou com uma realidade diferente. Nem um excelente discurso impediu de sair desiludido ao ponto de ficar em silêncio quase um ano.

Eu próprio estou desiludido, pois já nada posso esperar da injustiça da minha tardia aposentação, apesar de ter lutado com unhas e dentes para a denunciar.

Resultados eleitorais de Portimão

RESULTADOS ELEITORAIS EM PORTIMÃO Câmara Municipal de Portimão

PS – Isilda Maria Prazeres dos Santos Varges Gomes – 8.606 – 5 mandatos – Presidente PSD-MPT-PPM – Rui Miguel da Silva André – 3.785 – 2 mandatos CDS-NC-A – Luís Manuel Carvalho Carito – 2.811 – 1 mandato Chega – Pedro Humberto Castelo Terras Xavier – 2.192 – 1 mandato BE – João Manuel Duarte Vasconcelos – 1.471 – 0 mandatos PCP-PEV – Nuno Filipe Carrilho Cordas – 1.102 – 0 mandatos PAN – Ricardo Nuno do Nascimento Vieira da Conceição Cândido – 0 mandatos

Brancos – 604 Nulos – 345 Eleitores – 50.212 Votantes – 21.578

Assembleia Municipal de Portimão PS – 8.279 – 12 mandatos PSD-MPT-PPM – 3.615 – 5 mandatos CDS-NC-A – 2.667 – 3 mandatos Chega – 2.372 – 3 mandatos BE – 1.629 – 2 mandatos PCP-PEV – 1.222 – 1 mandato PAN – 833 – 1 mandato

Brancos – 627Nulos – 334Eleitores – 50.212Votantes – 21.578

Junta de Freguesia de Alvor PS – 1.256 – 8 mandatos – Presidente PSD-MPT-PPM – 328 – 2 mandatos CDS-NC-A – 238 – 1 mandato Chega – 227 – 1 mandato BE – 159 – 1 mandato PAN – 129 – 1 mandato

Brancos – 75Nulos – 40Eleitores – 5.236Votantes – 2.452

Junta de Freguesia da Mexilhoeira Grande PS – 921 – 6 mandatos – Presidente PSD-MPT-PPM – 314 – 2 mandatos Chega – 181 – 1 mandato PCP-PEV – 139 – 0 mandatos BE – 109 – 0 mandatos CDS-NC-A – 106 – 0 mandatos Brancos – 48Nulos – 40Eleitores – 3.366Votantes – 1.858Junta de Freguesia de Portimão PS – 6.421 – 9 mandatos – Presidente PSD-MPT-PPM – 2.878 – 4 mandatos CDS-NC-A – 2.518 – 3 mandatos Chega – 1.837 – 2 mandatos BE – 1.257 – 1 mandato PCP-PEV – 936 – 1 mandato PAN – 666 – 1 mandato

Brancos – 491Nulos – 264 Eleitores – 41.610 votantes 17.268

Universidade do Algarve volta a ter taxa de colocação superior à média e esgota 35 cursos

A Universidade do Algarve (UAlg) voltou a ter, pelo segundo ano consecutivo, uma taxa de colocação superior à média nacional. No total, 35 cursos encheram as vagas já na 1ª fase, tendo entrado, na academia algarvia, um total de 1585 estudantes, segundo os resultados divulgados este domingo, 26 de Setembro, pela Direção Geral do Ensino Superior.

A taxa de colocação da UAlg foi, este ano, de 90,6%, um número superior à média nacional (89,4%).

Esta é a segunda vez, desde 1990, que a taxa de colocação da UAlg ultrapassa os 90%: no ano passado foi 92,6%.

Face a 2020/21, o número de colocados a nível nacional desceu 3,0%, de 50.964 para 49.452, sendo a redução na UAlg quase nula (-0,4%), de 1592 para 1585.

O crescimento do número de candidatos em primeira opção é também superior ao verificado a nível nacional, com 14,5% na UAlg e 1,7% no país.

No acumulado dos últimos dois anos, o número de candidatos, em primeira opção a cursos da UAlg aumentou 58,0%.

Para as fases seguintes do Concurso Nacional de Acesso ficam disponíveis 197 vagas.

Sul Informação analisou os dados dos vários cursos da UAlg e, no total, 35 encheram já na primeira fase de acesso.

São eles: Património Cultural e Arqueologia, Línguas, Literaturas e Culturas, Psicologia, Artes Visuais, Ciências da Educação e Formação, Ciências da Comunicação, Arquitetura Paisagista, Biologia, Biologia Marinha, Bioquímica, Biotecnologia, Ciências Farmacêuticas, Gestão Marinha e Costeira, Gestão de Empresas, Sociologia, Ciências Biomédicas, Imagem Animada, Ciências da Comunicação e Design da Comunicação.

A estes juntam-se ainda Educação Social, Desporto, Educação Básica, Gestão, Gestão (noturno), Gestão Hoteleira, Marketing, Turismo, Gestão (Portimão), Dietética e Nutrição, Enfermagem, Fisioterapia, Farmácia, Imagem Médica e Radioterapia e Ciências Biomédicas Laboratoriais.

Este último, de resto, é o curso com média de entrada mais alta. O último aluno colocado teve 164,4.

No polo inverso, há um curso, na UAlg, em que não entrou nenhum estudante: Engenharia Alimentar…

Costa, o rolo compressor no “Aventar”

Goste-se ou não de António Costa, há que dizer que raramente vi tão “feroz animal” na caça ao voto. Todos os dias, sem um falhar, arrastou a comunicação social consigo para gravar e difundir todos os soundbites que entendeu. Os líderes dos partidos opositores andaram sempre a reboque do que ele dizia, sem estratégia ou sequer táctica que evitem andar atrás do prejuízo – reagir a Costa foi o timbre dos partidos à direita nesta campanha eleitoral. Nunca Costa lhes deu espaço para agir, apenas reagir a assuntos que nada tinham a ver com o que está em causa – eleições autárquicas…