Esta profissão é assente nalgum masoquismo

Rosi Meireles Cunha (Subscrevo em absoluto tudo o que escreve). Há uma dormência aflitiva e um conformismo absolutamente esmagador. O “nim” e o “cinzento” ocuparam as mentes que nunca se deviam deixar amordaçar. Serei talvez uma daquelas personagens que vão desaparecer em 22, sem apelo ou agravo… Mas isso não me fará nunca ficar naquela zona cinzenta de conforto e segurança apesar da sensação cada vez maior de solidão neste remar contra a corrente.

Advertisement

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s