Lenda da Pedra Mourinha

No sítio da Pedra Mourinha (Portimão) há uma pedra negra (húmida mesmo no verão) que teve origem em Monchique. Reza a lenda que havia uma linda moura que vivia no alto de Monchique, e que um cavaleiro do Alferce se apaixonou por ela. Seu pai o alcaide de Monchique que era um homem muito cruel tinha a filha reservada para um prometido do seu agrado e foi contra essa paixão.

Então o pai encerrou a filha numa alta e escura torre e enviou o cavaleiro para Burjmunt (Portimão) para separá-los. A linda mourinha chorava de saudades do seu amor, todas as noites e todos o dias, e chorou tanto que a enorme pedra que se encontrava numa das zonas da torre, devido as muitas lágrimas que ela verteu por nunca mais poder encontrar o seu querido, o seu amado, rolou e só parou ali naquela povoação distante de Monchique onde se encontrava o seu amado. Dizem que foi o desgosto e a saudade do cavaleiro que atraiu a pedra trazida pelas lágrimas da sua amada.