opinião – Um ministro da Educação do 1º ciclo?

Um desafio de José Manuel Alho

Eduardo Jorge

Ou nāo…. até porque Hoje em dia a maioria dos profs do 1° ciclo, não são bem profs do 1° ciclo! A maioria dos que eram já está reformada e os que continuam já se resignaram a ter que trabalhar como se fossem do 2°! Se um tipo como eu chegasse a ME, 1° os agrupamentos passavam todos a horizontais e os cursos de 1° ciclo, passavam a cursos especializados para lecionar no 1° ciclo! Os monodocentes reformavam-se aos 30 anos de serviço e os restantes aos 34. O restante seria desconstruir a maioria das invenções dos últimos 20 anos.