D. Sebastiagão

Escola Portuguesa

O boneco é da autoria do Luís Costa e está, como muitos outros que já fez, excelente.

Todavia, como já referi no post anterior, não creio muito num terceiro mandato de Tiago «Nulo» Rodrigues à frente dos destinos da Educação. Com a segunda nomeação para o cargo, já António Costa fez pagar aos professores a ousadia de terem ousado contestar e enfrentar a primeira maioria absoluta do partido. Dada essa satisfação ao PS profundo, que nunca perdoou aos professores portugueses, poderá agora este D. Sebastiagão prosseguir, em paragens menos expostas e tormentosas, a sua carreira política.

Entretanto, numa rápida passagem pelas redes sociais, reparei que já há professores de esquerda, e não necessariamente da área do PS, a pedirem “João Costa a ministro”. E receio que isto explique alguma coisa do que foi a derrocada da esquerda nestas eleições. Quem acha que o costismo educativo é uma política de esquerda…

View original post mais 38 palavras

Queda fatal da Geringonça com PSD a bordo

Costa sai ileso e ganha maioria absoluta!

No Algarve 1. Jamila Bárbara Madeira e Madeira   2. Jorge Manuel Nascimento Botelho   3. Luís Miguel da Graça Nunes   4. Isabel Cristina Guerreiro Bica   5. Francisco José Pereira Oliveira (PS) 1.Luís Filipe Soromenho Gomes   2. Rui Celestino dos Santos Cristina   3. Ofélia Isabel Andrés da Conceição Ramos (PSD) 1. Pedro Miguel Soares Pinto (CH)

Resultados Eleitorais do concelho de Portimão

Inscritos – 49.570
Votantes – 26.037
PS – 9.703 – 37,27%
PPD/PSD – 6.196 – 23,80%
CHEGA – 3.698 – 14,20%
BE – 1.723 – 6,62%
IL – 1.383 – 5,31%
PCP-PEV – 1.101 – 4,23%
PAN – 609 – 2,34%
CDS-PP – 358 – 1,37%
L – 279 – 1,07%
ADN – 167 – 0,64%
RIR – 90 – 0,35%
MPT – 57 – 0,22%
MAS – 45 – 0,17%
PTP – 38 – 0,15%
VP – 33 – 0,13%
E – 31 – 0,12%
Brancos – 320
Nulos – 206

O gato Zé Albino está feliz

Vai continuar a ter a atenção do dono por mais tempo!

BE e PCP pagam a fatura da crise que criaram!

Beja – PS 2 CDU 1. Bragança PS 2 PSD 1 (por 15votos) Guarda 2 PS 1 PSD Santarém PS 5 PSD 3 Chega 1

Viseu – PSD 4 PS 4 o candidato youtuber não foi eleito

Faro – PS 5 PSD 3 Chega 1

Resultados oficiais em atualização aqui.

RESULTADOS do INQUÉRITO à ISENÇÃO dos MEDIA

Tal como anunciado, aqui ficam os resultados do nosso inquérito à isenção dos Meios de Comunicação Social no que toca a aspectos da política nacional, com foco na influência na Democracia e em particular nas eleições de 30 de Janeiro. Agradecemos aos participantes, o inquérito é anónimo e os são de domínio público. Destacamos o consenso sobre falta de isenção, sobretudo por parte da Televisão (79%), o facto de que isso condiciona muito a Democracia (88%), em particular favorecendo partidos de direita/centro direita, e que, mesmo entre os nossos seguidores habituais (que admitimos constituírem uma secção mais informada da sociedade) mais de 20% (!) admitem ter sido condicionados nos últimos 30 dias da presente campanha. Observatório da Isenção Informativa – Por uma Sociedade Alerta !

Sonho de sábado à noite

Sonhei que levitava e foi tão agradável que acordei bem disposto! Sonhei com amor e paixão e foi tão agradável que acordei bem disposto. Sonhei com reversão de depressão com felicidade e acordei bem disposto! É dia de eleições e devo ir votar à escola aqui perto.

chamado “Psicólogo da Mente” que trabalhava durante o nosso descanso!

Uma turma a duas velocidades

Clic em início para visualizar os “post” de topo

Um grupo de alunos muito motivados e outro grupo meio desorientado, pouca vontade de trabalhar. É claro que individualmente cada aluno é um caso diferente, mas globalmente uma turma sem líder (prof. Titular) em dois períodos (largos) sucessivos terá retrocessos claros. Cabe aos professores que substituem pontualmente o líder tentar minimizar os estragos. Esta pandemia trará atrasos de aprendizagem graves nos alunos com dificuldades.

Um novo ME que nos ajude a salvar a Educação! Mas pela ausência de debate na campanha perdi a esperança!

Bastava o Rio ter colocado linhas vermelhas à extrema direita

Clic em início para visualizar os “post” de topo

Muitos votariam Rio (até eu) se tivesse a coragem de dizer não a qualquer acordo com fascistas. Nem mesmo a abstenção daquela gente para viabilizar um governo à direita é aceitável.

Há imensos vícios à esquerda que continuarão a travar o avanço da economia, demasiada gente com boa vida sem colaborar na produção direta ou indireta de riqueza, encostados a privilégios construídos depois da queda do fascismo. Por aí, percebo o ressurgimento de um partido que não respeita os pilares da democracia e que o vê como a única via para travar os ditos privilegiados do sistema. Em caso de sucesso, tal como no passado não se importaria de dar lugar ao poder total dos capitalistas que estão na sombra dessa gente.

Vivi até aos 17 anos em ditadura e conheço minimamente os dois sistemas. Faço a minha escolha hoje, voto à esquerda, apesar de reconhecer os inúmeros defeitos que a direita lhe aponta. Se a esquerda governar continuarei a criticar todos os seus defeitos. Quero um país melhor para os meus netos!

fascimo nunca mais!

Vou amanhã colaborar com mais 5 horas de trabalho efetivo para construção do meu país. De tal alguns não se podem gabar apesar de uma posição social muito mais privilegiada do que minha!

Fundos comunitários “afogam” as escolas em projetos que não construíram; Teach for Portugal quer ir mais longe e tornar professores os jovens que “forma” em algumas semanas

Clic em início para visualizar os “post” de topo

Uma semana com o horário “teacher” e apoio

Clic em início para visualizar os “post” de topo

É giro porque vou revisitar turmas onde já estive uma semana a substituir a Titular . E perguntam vocês, lecionas inglês? Não apenas me limito a “esticar” o trabalho d@ Titular em qualquer uma das suas disciplinas. Teria capacidade para lecionar inglês? Creio que sim, mas quem não tem habilitação própria e complemento para o 1º ciclo não o deve fazer. O apoio parou por completo? Em parte porque nos intervalos das substituições vai dado para revisitar os alunos, mas sem perspetiva de fio condutor para ser eficaz.

E como será chamado no Algarve…Ómacamon ?

Adenda – A semana em substituição da Teacher não se cumpriu na totalidade porque entretanto houve necessidade de substituição da titular do 4°B turma, na qual já tinha estado 10 dias. Outra professora de apoio tomou o meu lugar de substituição da Teacher.

No blog Arlindo ADD do PSD

Esta medida já esteve em vigor. Burocrática, morosa, falaciosa, injusta… Quem escreveu esta medida tem memória curta e não percebe nada do que se passa nas escolas. Basta dizer que os planos de aula, materiais, instrumentos de avaliação são feitos em grupo disciplinar ou de ano e, por isso, comuns a todos esses docentes. Em relação ao júri, maioritariamente externo, ficam-me muitas dúvidas, uma vez que, isso, não permite uma avaliação continua, mas nos remete, apenas, às ditas evidencias que podem muito bem ser fabricadas e levar a erros de julgamento….

2ª Feira

Clic em início para visualizar os “post” de topo

O Meu Quintal

O PSD deixou cair a proposta do cheque-ensino e da “liberdade de escolha”, mas ela permanece no programa dos seus parceiros preferenciais numa eventual coligação de governo (IL e CDS). Hoje, o porta-voz desses interesses, surge no Público a “argumentar” a favor da ideia que em outras paragens já deu resultados comprovadamente negativos quanto à coesão do sistema educativo, falhando completamente no combate às desigualdades, como pretendem alguns “iluminados” por cá, mais agarrados aos interesses económicos do que as factos. Durante anos apresentaram-nos a Suécia como farol da “liberdade de escolha”, mas há quase uma década que foram abandonando a prática, devido aos maus resultados, até ao nível do desempenho dos alunos. Restam exemplos algo avulsos, onde se destacam as experiências em vários estados dos E.U.A. onde o “cheque-ensino” se traduziu na criação ou agravamento de guetos socio-educacionais, devido à obsessão com a redução de custos com o funcionamento…

View original post mais 343 palavras