A Mobilidade Por Doença Segundo Costa

O Meu Quintal

Depois de ler isto, ou não muda nada ou há por ali um truque qualquer. Quanto às mudanças em escolas “na mesma rua” penso que se exigiria uma demonstração documental [apostilha: nos comentários, diz-se que o caso é em Bragança, pelo que já deveria ter sido feita investigação específica], não resultante de “bocas” colhidas aqui ou ali nos mentideros da corte. Ou junto de quem parece andar numa de vendetta pessoal contra colegas.

E para que fique bem claro: cá por casa ninguém concorreu, alguma vez, a qualquer mobilidade. O que escrevo – defendendo ou atacando – não tem qualquer componente de interesse pessoal. Apenas me afligem as hipocrisias. em especial, quando ouço ou leio coisas a gente que anda em carro oficial, com motorista(s) à disposição, a qualquer hora.

No que toca à mobilidade por doença, o que vai mudar?

O que muda essencialmente são as condições de acesso…

View original post mais 182 palavras